quarta-feira, 25 de julho de 2012

MAÇONARIA - OS NÚMEROS (ÚLTIMA PARTE)

MAÇONARIA OS NÚMEROS (ÚLTIMA PARTE) O número 10 (dez) é o número mais completo, é o numero que representa a árvore cabalística. É a representação da década através da 1 - Coroa (unidade, centro princípio de onde tudo emana); 2 - Sabedoria (pensamento criador, palavra, verbo); 3 - Inteligência (concepção e geração da idéia); 4 - Graça (bondade criadora, poder que dá e espalha a vida); 5 - Rigor (dever, reserva que obriga à restrição); 6 - Beleza (ideal, segundo o qual as coisas a constituírem-se. Aspiração); 7 - Vitória (discernimento que dissipa o CAOS); 8 - Esplendor (encadeamento necessário das causas e dos efeitos); 9 - Base (segundo o qual tudo se constrói. Prancheta de traçar); 10 - Reino (a pedra de perpétua transformação. Fonte de todas as ilusões e de todas as imposturas). Existem Dez mandamentos. No décimo dia após a ascensão de Cristo, o Espírito Santo desceu. Como a água retorna ao mar, o corpo retorna à terra, e o tempo retorna à eternidade, o espírito deve retornar a Deus, e cada criatura retorna ao nada de onde foi criada. O número 11 (onze) é considerado como misterioso e das forças invisíveis ou astrais, no sentido iniciático da palavra. Para o seu estudo, deve-se considerá-lo como a soma de 5 e 6; 4 e 7; 3 e 8; 2 e 9; e 1 e 10. Atribuindo-se a esses números o valor que eles têm no Tríplice ternário. O número 12 (doze) simboliza o conhecimento divino. Corresponde à divisão mais antiga e mais natural do círculo. É o numero dos signos do zodíaco com seus doze anjos, é a divisão aplicada ao céu, por onde o Sol percorre regularmente em sua trajetória anual aparente em torno da terra. O ano tem doze meses, Jacó teve doze filhos, Jesus teve doze apóstolos, o homem tem doze faculdades de espírito em si. Pedro Neves .’. M.’. I.’. 33.’. MRA PRECEPTOR DA SUPREMA ORDEM CIVIL E MILITAR DOS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS SITES: www.pedroneves.recantodasletras.com.br www.periclesneves.recantodasletras.com.br www.trabalhosmaconicos.blogspot.com www.cavaleirostemplariosbhmg.blogspot.com

2 comentários:

Pedro Henrique disse...

Olá meus Ir.'., parabéns pelo belíssimo blog.

T.'.F.'.A.'.

Grimmwotan disse...



Gostaria de compartilhar os links abaixo, os quais contém dados, detalhes e informações muito interessantes sobre magia e ocultismo, sob uma óptica diferenciada e útil:


1)Este texto visa introduzir e esmiuçar a natureza daquilo que a tradição nórdica chama de “...Berserk...”, a ocorrência deste tipo muito específico de transe e dos biótipos que, em geral podem desenvolver tanto esta característica, quanto seu equivalente, o “...Úlfheðinn...”, e quais podem, ou não, ser os pontos de vínculos com tradições similares, levando em consideração não apenas as citações parvas e apalermadas de supostos “...sábios...” modernos, os quais confundem tudo com permissividade para uso de “...amanita muscaria...”, indo antes disso para dentro da natureza do que, psiquicamente, fisicamente, espiritualmente e mentalmente, de fato, o “... Berserkergang...”.


https://www.academia.edu/36152212/Falemos_sobre_Bersekers_10_de_Mar%C3%A7o_de_2018

....

2)Este trabalho é o resultado de uma pesquisa sólida feita em todas as vertentes do ocultismo e do tradicionalismo, engendrado com o intuito de esclarecer e orientar a todos os que estão adentrando nos caminhos que lidam com a sabedoria, cuja palavra magia é somente um de seus sinônimos, e expondo farsas, adulterações e problemas que podem ser encontrados no decurso da vida de um praticante


https://www.academia.edu/14956819/Regras_da_Magia_O_Livro_da_Ordem_e_da_Verdade

...

3) Este texto expõe considerações, conselhos e orientações formais, morais e éticas, as quais se fundem com a teoria e aplicação daquilo que é denominado como örlog, ou com o que advém do örlog, de forma a aludir ao que se passa no corpo e na alma, ou do corpo para a alma e vice-versa, de tal forma que uma estratificação tanto filosófica quanto metafísica possa expressar em termos práticos, lógicos e palpáveis os vínculos simbólicos, e inclusive somáticos, dos atos humanos como forma geradora de efeitos nas divisões da alma, e das divisões da alma sobre o corpo humano e sobre os atos humanos, passando por pontos de contato entre um e outro, e delimitando uma linguagem clara e precisa, que tanja de si o universalismo ou o sincretismo, mas que atraia para si a clareza e a possibilidade de pensar, refletir, confrontar e desenvolver mais métodos e aplicações, dentro do caminho do norte.
https://www.academia.edu/33737130/Efeitos_org%C3%A2nicos_e_morais_da_pr%C3%A1tica_do_Sei%C3%B0r_e_do_Galdr