quarta-feira, 22 de setembro de 2010

UNILOJAS, UMA POTÊNCIA SEM COBRANÇA DE TAXAS.

UNILOJAS, UMA POTÊNCIA MAÇÔNICA SEM COBRANÇA DE TAXAS.
Porque nos filiamos na UNILOJAS.
Constituída por maçons de destaque em outras potências e obediências, e com grande experiência administrativa, com o pensamento voltado para o engrandecimento da maçonaria, a UNILOJAS inovou ao não cobrar taxas de suas lojas filiadas, pois, as lojas são livres e independentes, como no início da maçonaria.
Não se faz uma potência ou obediência forte, explorando e sugando as lojas, deixando as lojas de menor poder aquisitivo de pires na mão. As maiorias das lojas maçônicas não suportam as taxas que lhe são impostas: iniciações, elevações, exaltações, quadro de obreiros, etc. Invariavelmente as lojas pagam aluguéis, condomínios, limpeza, etc. Resultado: Grão-mestrado das potências e obediências fortes, com muito dinheiro no caixa e as lojas em sua maioria ficam cada vez mais fracas, e dependentes, com quadro de obreiros reduzidos, em sua maioria, com menos de trinta obreiros, sendo que, boa parte destes são infreqüentes e não contribuem ativamente com os cofres da loja.
Nas potências, os oficiais da administração do grão-mestrado geralmente não recebem salários, ex: Grande loja Maçônica de Minas Gerais; nas obediências, os oficiais geralmente recebem grandes salários, que a maioria não teria condições de receber fora da maçonaria, mas, os demais irmãos preferem ignorar este fato e lhes dão uma condição de remuneração que outros não possuem dentro das várias lojas.
Os irmãos que não fossem independentes financeiramente no mundo profano, não deveriam se candidatar a cargos eletivos, que deveriam ser exercidos sem remuneração, pois, “quem não tem condições não se estabeleça”.
O maior absurdo acontece com as lojas que possuem patrimônio e que em caso de transferência para outra potência, são obrigadas a passarem para a antiga obediência o patrimônio que tanto suaram para construir. Quando é que as lojas vão acordar?
Os administradores da UNILOJAS perceberam que se as lojas não tivessem que recolher tantas taxas, elas poderiam se tornar independentes e fortes e terem o seu próprio templo e outros patrimônios, administrar melhor as suas finanças, pois, se as lojas buscam os futuros obreiros no mundo profano, são elas que deveriam gerir as taxas cobradas e oferecerem maiores benefícios para os integrantes dos seus quadros, que não raras vezes, necessitam do amparo de outros irmãos, hoje ocorre o contrário, os poderes centrais é que se beneficiam sempre.
Na UNILOJAS, a administração não é remunerada e caso haja alguma doação ela é feita pelas lojas de maneira espontânea. Aqui deu certo, será que algum dia, esta forma de administrar irá ser adotada por outras potências e obediências?
Aguardemos o futuro.
LOJA MAÇÔNICA ROMA
SITE: lojamaconicaroma.blogspot.com

Sites maçônicos:
www.pedroneves.recantodasletras.com.br
www.trabalhosmaconicos.blogspot.com
SAIBA COMO ADQUIRIR O LIVRO: ANÁLISE DO RITUAL DE APRENDIZ MAÇOM – REAA VISITE O SITE: (www.pedroneves.recantodasletras.com.br) CLICAR EM LIVROS À VENDA.

Um comentário:

Anatolio Pereverzieff disse...

Faço parte da Glojargs, que tem boa administração. Quem cuida da burocracia é remunerado. A maioria não iniciada nos mistérios!
Tem um bom seguro para cobrir despesas em caso de morte da cunhada e/ou do irmão.
Tem um substancial quadro, vem num crescente! A administração tem se mostrado muito séria.